segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Segunda Chance - Priscila Boltão

Boa tarde!!

Alguém quer uma dica de livro? Um livro gostoso de ler, juvenil e que nos traz uma mensagem muito bacana? Pois é, assim é o livro da Priscila Boltão. Cheio de aventura, mistério e uma certeza que seria muito reconfortante após a morte: uma Segunda Chance.

Título: Segunda Chance
Autor: Priscila Boltão
Páginas: 236
Gênero: Romance Juvenil
Editora: Solo
Sinopse: Lara Campos é uma garota bonita, rica e mimada. Ela começa seu último ano na escola, esperando ser mais uma vez a garota mais popular e mais invejada, mas após uma briga com a mãe a garota sofre um acidente - e morre. Pouco depois ela acorda, e é informada (por um fantasma) que, por causa de um feitiço, ela recebeu a chance de voltar a sua vida, como se nada tivesse acontecido, para consertar sua relação com as pessoas que ama, e se tornar uma pessoa melhor antes de ter que partir de verdade. Essa chance é temporária, serve apenas para que Lara acerte seus erros, e a princípio a garota não quer abrir mão dessa nova vida (justo no momento em que conheceu um garoto novo por quem se apaixonou), mas aos poucos suas visões de mundo vão mudando e ela percebe que há coisas muito mais importantes em jogo.
Lara é uma menina linda, rica e mimada. Típica menina de classe alta, que sabe o que é, o que tem e usa ao seu favor. Está na expectativa de mudar de escola, uma escola renomada, o que a deixa satisfeita, por querer continuar sua rotina de aparências por lá também. 

Em seu primeiro dia de aula, Lara vê um lindo menino e não consegue tirar seus olhos dele. Acha estranho por estar dessa forma, afinal, parece que nada te abala, que na verdade os meninos que a acham linda e caem aos seus pés.

O Bernardo é bolsista e anda com seu amigo Mateus, que é negro e não é bolsista, e a faz ter dúvidas se essa amizade valeria a pena, já que andar com bolsistas não faria bem para sua imagem. Uma das pessoas que a incomodam também é a sua própria irmã, a Clari, ela é diferente, usa roupas diferente sempre calada e com seus amigos "nerds", ela sempre achou que a Clarissa andava assim para interferir em sua vida social na escola. E também tem a sua amiga Natália também é uma garota bonita, porém sempre anda alcoolizada, alienada do mundo e a Lara não entende isso. 

Tem o Pedro seu ex namorado, um menino também muito metido e que se garante nas asas de seu pai, que não muito "uma flor que se cheire", é o que causa, o que provoca e o de certa forma de tanto incomodar faz com que Lara mude seus pensamentos. Pensando o que exatamente está fazendo de sua vida, mas isso só após o acidente.

E na semana de seu acidente havia um grande evento, que ela estava muito ansiosa para ir, e após sua mãe descobrir algo que ela fez, a proibiu terminantemente de ir nessa festa o que a deixou muito desorientada, saindo de casa como um vento. Ocasionando seu acidente. 

E então é ai que tudo começa a mudar, antes de sofrer esse acidente ela deixa várias "pontas soltas", com o Bernardo, com sua melhor amiga problemática  e com sua irmã, sempre enxergando o seu próprio umbigo e não enxergando o que as pessoas tem de verdade.

Ao morrer ela se vê sozinha e pensa o quanto isso é frio e doloroso e triste. E com a ajuda de um fantasma muito simpático, o Nicolas ela descobre que está morta mas que poderá ter uma Segunda Chance. 

Demorou um pouco para que ela entender, para "cair a ficha" do que ela realmente teria que ver, e todos os acontecimentos foram a seu favor. Até ela ver que nada do que acontecia a sua volta, era por acaso, que todos tinham problemas muito mais sérios do que sua imagem denegrida.

Eu adorei a leitura, adorei todo o contexto, a moral da história, sabem? Um livro com distinto, com temas referente ao preconceito, amor, amizade, a fazer o que é certo. Deixando valores frívolos de lado e sendo o que uma pessoa realmente tem que ser: decente e com bom senso.

Nos dias de hoje, tenho certeza de que isso é tão comum quanto beber um copo d'água. E acredito que por ser nos dias de hoje tais atitudes são tão démodé, tão fora de moda. E ler esse livro, me fez enxergar esses valores que no dia a dia esquecemos até, digo referente a ter um cuidado com o próximo, essa coisa com o ser humano, de amar sabe, independente do que se é.

Acho que a essência do livro é essa, a personagem aprender que o mundo não gira ao seu redor, que as pessoas tem problemas, que status, não diz nada. E é isso, uma leitura que vale a pena. 

A única coisa que me incomodou que aprendi a enxergar após começar com essa vida de blogueira nos livros, são os erros gramaticais, ou erros de revisão, nesse caso o que eu vi foi palavras como "você" faltando uma letra, mas acredito que isso seja por causa diagramação. Acho que a editora deveria mesmo se atentar a isso para que não ocorra. 

E é isso vale a pena essa leitura. Meus parabéns a autora que está conseguindo alcançar seus sonhos e objetivos ao lançar seu livro, com todo o apoio da massa blogueira, e eu estou inclusa nessa massa, foi um prazer te conhecer, Priscila. 

Quem quiser conhecer um pouco mais sobre o livro clique aqui.

Té mais***

Um comentário:

  1. Oi Irinia! Ainda não tinha tido tempo de vir aqui. Obrigada pela resenha :) Fico feliz que agradou e, mais ainda, que proporcionou uma reflexão ^_^ Valeu!

    ResponderExcluir

Gostou do post?
Curta , comente e compartilhe!
Deixe seu link e eu retribuo!

Beijos e até a próxima!

Irinia Zachello