quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Mudanças - L. L. Alves

Bom dia!

Hoje decidi resenhar um livro muito bacana, que eu adquiri na BienalSP-2014, Mudanças da autora L. L. Aves. Autografado com muito carinho e com muita expectativa minha na hora de ler, pois eu conhecia seu lado fantástico, agora conheci um estilo um pouco diferente, porque não dizer mais maduro. Um romance juvenil, para jovens meninas e meninos também. Pelo que sei esse livro foi escrito em sua adolescência passado por várias revisões, até chegar onde está, publicado e com muito sucesso.

Vamos conhecer mais um pouco.


Título: Mudanças
Autor: L. L. Alves
Páginas: 188
Gênero: Romance Juvenil
Editora: Modo
Sinopse: O que esperar das férias: apenas sorrisos e felicidade? Não é bem isso que acontece na vida de Verônica. Em meio a corações despedaçados e crises de “aborrecência”, Verônica encontra Carlos, um rapaz misterioso e disposto a defendê-la. Mas será que é o acaso que os une? Decisões do passado podem trazer mudanças para o futuro? Ela precisará lidar com suas próprias ações e deverá aprender o verdadeiro valor da amizade, do amor e da confiança. Verônica não será mais a mesma, mas será ela capaz de compreender que mudanças fazem parte da vida?





Verônica está em uma fase um tanto difícil para a sua vida. Tem 15 anos, terminou um namoro recentemente e apesar de ter uma vida diga-se de passagem "boa", por ter seus pais uma casa um irmãozinho que a ama, ela não anda muito satisfeita.

Ela conhece um garoto "misterioso" que a ajuda em um momento muito difícil de sua vida, e ele a faz enxergar várias situações de um modo diferente, fazendo com que a garota deixe suas irritações de lado e veja tudo de uma forma mais agradável.

Uma fase muito importante na vida de um jovem e um tanto crucial é essa tal de "aborrecência", e essas transformações na vida é necessário um apoio um pouco maior, como uma criança pequena que não sabe comer sozinha, um adolescente precisa de muitas orientações e conversas nessa fase em que se tornará um adulto, cheio de decisões importantes.

Ao passar por uma situação um tanto inusitada com seu ex-namorado, e com um de seus melhores amigos Verônica vê uma realidade diferente e entende exatamente o que Carlos fala quando pede que ela mude. E essa mudança está exatamente dentro dela, não há ninguém que a faça pensar de forma diferente, que não seja ela mesma.

"Verônica não queria mais ser fraca ou ser resgatada por ninguém. A grande dúvida ainda restava: ela deveria cicatrizar sua decepção e seguir em frente? Ou fechar-se e continuar acreditando que o mundo estava contra ela?
Depois de alguns minutos de ponderação, sem ninguém ver ou ouvir, Verônica deixou tudo desprender-se de suas entranhas.
Chorou baixinho em seu travesseiro, de medo, dúvida e esperrança, lavando sua alma de lágrimas. Ela se esforçava pra não expor tantos seus sentimentos, mas essa era uma batalha que ainda tinha que lutar arduamente"
                                                                                                                          Pág. 40

E ao ler esse livro, aos meus 29 anos, eu vivenciei tudo o que passei, por ter sido uma "aborrecente". (risos) E foi gostoso, pois em certas partes do livro eu me emocionei de verdade, e até senti uma ponta de inveja por Verônica ter tido essa oportunidade de mudança, tão cedo e sem tantas tribulações.

Eu particularmente gosto de livros que me levam de volta para algum lugar da minha vida no passado, seja bom ou ruim, seja triste ou feliz, da uma sensação de estar em casa, de ser nós mesmos, uma sensação de algo mais e acho muito válida a leitura desse livro para jovens dessa idade, até quem tem uns 13 para 14 anos.

Tem certas passagens dos livros que achei até instruidora demais, tipo auto ajuda, mas em nenhum momento ficou chato ou cansativo, achei até um ponto positivo, a forma de escrita da Luene com carinho para os leitores, como uma forma de cuidado, de acolher.

A cada capítulo o livro é ilustrado com uma borboleta, e a borboleta realmente é isso uma transição. Que de uma larva "feia", se fecha em um casulo e se transforma em uma linda borboleta, com asas e liberdade para voar e ser o que bem entender.

Mudanças, com certeza um dos melhores livros que eu já li. E que leria de novo, que recomendarei sempre. Uma lição de vida, uma moral suprema. Aprender a lidar com nossos próprios sentimentos.

Espero que quem passe por aqui e leia essa resenha tenha gostado.

Beijos e até a próxima.

Um comentário:

  1. Oi, Irinia! Nossa, muito obrigada pela resenha! Amei!
    Fico muito feliz em ter lido sua opinião, e ainda mais feliz por ter feito você se sentir dessa forma na leitura <3

    Obrigada pelo apoio de sempre, flor!! Espero que todos meus livros sempre a façam se sentir assim: surpreendida e feliz. Beijão

    ResponderExcluir

Gostou do post?
Curta , comente e compartilhe!
Deixe seu link e eu retribuo!

Beijos e até a próxima!

Irinia Zachello