quinta-feira, 4 de abril de 2013

A Casa das Orquídeas - Lucinda Riley

Bom dia, pessoal!

Estou voltando essa semana, deu uma balançada. Mas vou voltar com os posts normalmente. 
Eu vou resenhar aqui no blog hoje um livro que demorei um pouquinho para ler, porque era grande, porque a história é linda e queria viver mais um pouco dela. A Casa das Orquídeas é um romance lindo, uma história de amor e superação tocante. Espero que gostem e quem já leu de a sua opinião vou gostar de saber!

Título: A Casa das Orquídeas 
Autora: Lucinda Riley
Páginas: 560
Editora: Novo Conceito
Gênero: Romance
Sinopse: Quando criança, a pianista Júlia Forrester passava seu tempo na estufa da propriedade de Wharton Park, onde flores exóticas cultivadas pelo seu avô nasciam e morriam com as estações. Agora, recuperando-se de uma tragédia na família, ela busca mais uma vez o conforto de Wharton Park, recém-herdada por Kit Crawford, um homem carismático que também tem uma história triste. No entanto, quando um antigo diário é encontrado durante uma reforma, os dois procuram a avó de Júlia para descobrirem a verdade sobre o romance que destruiu o futuro de Wharton Park... E, assim, Júlia é levada de volta no tempo, para o mundo de Olívia e Harry Crawford, um jovem casal separado cruelmente pela Segunda Guerra Mundial, cujo frágil casamento estava destinado a afetar a felicidade de muitas gerações, inclusive da de Júlia.

O Livro começa contando uma lenda de um príncipe e sua amada e uma Orquídea Negra. Em que para provar o quanto amava essa mulher ele pediu a três servos que procurassem essa rara flor, para poder dar a sua amada, quem a trouxesse receberia um prêmio e quem não conseguisse pagaria com sua vida. 

E então um dos três muito esperto, foi falar com um escriba com uma especialidade em tintas para pintar a Orquídea e assim, salvaria sua vida. 

Ao amanhecer, depois de provar o seu amor a sua bela esposa, a orquídea amanheceu em sua cor original e a mulher entendeu o que aconteceu e ponderou: Era melhor contar uma verdade para ferir ou uma mentira para proteger? E disse ao seu príncipe que a orquídea negra tinha sido roubada durante a noite, acalmando o mesmo acreditando no poder que ela tinha e que a beleza da flor tinha abençoando-os na primeira noite. 

Me apaixonei pelo livro a partir daí.

A história começa em Norfolk na Inglaterra, com Júlia evitando os pensamentos e curando do terrível acontecimento que assolou sua vida e despedaçou seu coração. Agora ela sem direção, cura sua dor em um chalé frio e solitário, pois ainda não tem coragem de sair e ver o mundo. Uma grande pianista, sempre com um talento natural e incrível. E mal sabia ela que seu talento era herdado mais perto do que imaginava.

Alicia sua irmã em uma tentativa de ajudar leva Júlia a Wharton Park, onde ela passou sua infância inteira. Ela amava esse lugar. Era lindo e vivia envolta de belas flores, pois Bill, o avô, era jardineiro. E lá reencontra Kit, que também tem suas histórias pessoais um tanto sofridas. Os dois retomam a amizade que na infância não foi continuada. 

Durante a reforma de Wharton Park Kit encontra um diário antigo, de um ex-soldado, contando seus dias na prisão. Julgando que fosse do avô de Júlia, o leva para a mesma e ela começa a entrar na década anterior e conhecer um pouco mais de seu passado. Porém não pelo diário, ela vai até sua avó Elsie que hoje mora sozinha e ela narra em lindas palavras todo o acontecimento de Wharton Park durante o período da Guerra Mundial, em que o Hitler aniquilava Judeus. 
E com Elsie conhecemos Harry e Olívia. Um Casal que viver a dor do amor, a superação e a alegria. E Lídia uma jovem tailandesa, que abdica de sua vida para gerar o fruto de seu amor proibido.

E durante o período atual com Júlia se estabelecendo de sua dor com a amizade Kit e o período antigo em que todos passavam por sérias transformações o livro nos leva a Inglaterra, França e Tailândia. Nos mostrando de como o amor é importante em nossa vida. 

"Assim como foi Olívia, Wharton Park sempre terá um papel importante em minha vida. Porém, eu aprendi, com as histórias do passado e a minha experiência, que tudo deve ter um equilíbrio  Usarei o dom que ganhei e darei valor a ele para criar e proteger minha família e meu talento, mas nunca permitirei que ele me destrua."
Epílogo - Página 557

"...Lembre, é um novo milênio e as regras para o comportamento de homens e mulheres mudou. Exceto uma ...
- E qual é?
...
- O amor."
Capitulo 59 - Página 550

Como os personagens vão sempre se resguardando, crescendo, se cuidando e amando profundamente, entendemos que por mais que até evitamos o verdadeiro amor sempre prevalece.

A Narrativa é tranquila e nos leva as cenas sem dificuldade alguma, o final um tanto clichê, porém não é um ponto que desagrade. Nos últimos capítulos saberia que seria assim, e disse para mim mesma que não tem como ter um outro final. Em que tudo se resolve no final, bem ou mal, se resolve. 

O que eu mais gostei foi de ter vivido em épocas diferente, em ambientes confortáveis e lindos, e muitas orquídeas de diferentes tons durante todo o enredo. Fiquei com vontade de ter uma! 

"Toda casa tem seus segredos e todo amor, seu preço"

Um pouco sobre a autora:

Lucinda Riley nasceu na Irlanda e durante sua infância viajou ao exterior, especialmente para o Extremo Oriente, para visitar seu pai. Mudando-se para Londres, tornou-se atriz e trabalhou em teatro, cinema e televisão. Aos 24 anos, escreveu seu primeiro romance, baseado em suas experiências com dramaturgia. Em seguida, escreveu sete romances com o pseudônimo "Lucinda Edmonds", que foram traduzidos para 14 idiomas. A autora atualmente vive entre Estados Unidos e França, com o marido e quatro filhos.

E um outro título que já foi lançado pela Ed. NC foi A Luz Através da Janela. Parece ser interessante também, vale a pena, pois a autora sabe escrever.



Adorei , não queria sair daquele mundo. E quem já leu? Não deixe de comentar!

15 comentários:

  1. Hmmmmm, muito boa a resenha, Irinia! Adorei!
    Você conseguiu me deixar com mais vontade ainda de ler :3
    Apesar de parecer um livro mais "psicológico" e não de aventura ou ação, gostei bastante do como a histórica foi utilizada e tratada... Já está na minha listinha de futuros livros.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou querida.

      Tenho certeza de que você irá gostar muito!

      Beijos

      Excluir
  2. Oiiieee
    como eu disse no face, eu sou completamente apaixonada por esse livro, por isso fiquei alucinada quando lançou "A luz através da janela"...
    Amei os personagens, os cenários, épocas diferentes... e as reviravoltas???
    ótimoo!
    eu confesso q fiquei com muitaaaa raiva do Harry, (tanto no inicio quando ele casa com Olivia q ele faz aquela situaçao chocante la, q eu nao vou falar por causa d spoler.. vc sabe.. qt no final com a Lidia!) ele é um canalha!
    Senti muita pena das 2 ... e da Julia...

    ninguem pode falar mal desse livro pra mim, se nao, rola até briga!... hehehhe

    bjinhoooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu não fiquei com tanta raiva dele assim. Da um desespero de sua indecisão contínua. E mesmo ele tomando as decisões que teve que tomar o amor prevaleceu até o final!

      Adorei esse livro e estou curiosa pelo outro. Acho que deve ser bom também.

      Beijos Pam.

      Excluir
  3. O livro parece interessante. É legal quando o livro trabalha com dois tempos ao mesmo tempo, mas as vezes, dependendo das histórias, um acaba ficando chato.

    Não conhecia o livro, mas me deixou curiosa

    Té mais...
    http://bmelo42.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É dois tempos, um vai e volta, ás vezes até confunde. Mas esse estava bem organizado por assim dizer!

      Beijinhos

      Excluir
  4. Oi Irinia!
    Fico feliz que você tenha gostado!
    Posso dizer que agora estou com vontade de ler esse livro, sério!
    Amo história que envolvem plantas, não sei se você já notou rsrsrs
    e que emocionam mais ainda. Vai entrar na meta do mês que vem, com certeza.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que bom que vc gostou! Leia sim, quero saber a sua opinião!!!

      Beijos

      Excluir
  5. Bom dia Irinia,

    Li e resenhei esse livro no blog, é um dos meus favoritos, uma história fascinante....parabéns pela sua resenha....abçs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querido! Fico feliz que tenha ostado.É fascinante mesmo!!!

      Beijos

      Excluir
  6. OIII ja me falaram muito bem desse livro tenho q ler ele algum dia!
    bjs aproveita que esta rolando promo no blog:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2013/03/promocao-anjo-de-quatro-patas.html

    ResponderExcluir
  7. Eu já li, também adorei. É um livro que mistura história, segunda guerra mundial. Parabéns pelo blog.

    to seguindo: larissa.

    http://livrorosashock.blogspot.com.br/

    bjs! :)

    ResponderExcluir
  8. Eu vi um video ao vivo dessa autora e ela parece ser muito simpatica, estou louca pra ler esse livro mas minha lista é grande hehe, gostei do resumo da estoria da orquídea negra parece ser interessante o resto

    bjos

    ResponderExcluir
  9. Eu também gostei muito desse livro. Gosto muito de romances que se passam na segunda guerra mundial, se alguém tiver alguma dica, estarei aguardando...

    ResponderExcluir
  10. Eu também gostei muito desse livro. Adoro livros ambientados na segunda guerra mundial, se alguém tem alguma dica, por favor indique.

    ResponderExcluir

Gostou do post?
Curta , comente e compartilhe!
Deixe seu link e eu retribuo!

Beijos e até a próxima!

Irinia Zachello