sexta-feira, 15 de março de 2013

Vítimas do Silêncio - Janethe Fontes

Bom dia!

Terminei de  ler essa semana o Livro Vítimas do Silêncio da Janethe Fontes parceira aqui do blog. Li em um dia de segunda para terça. Um livro muito gostoso de ler. Muito relaxante apesar do tema pesado. É que a forma que a Janethe escreve é muito tranquila. 


Título: Vítimas do Silêncio
Autora: Janethe Fontes
Editora: Baraúna
Sinopse: Violentada sexualmente, ela preferiu manter o silêncio.
Porém, o preço do seu silêncio pode ter-lhe custado alto demais...

... Um caso de abuso sexual ...
... Uma tentativa de fuga ...
... Um novo crime e ameaças ...
... O reencontro com o inimigo ...

Uma garota é vítima de estupro e tenta reconstruir sua vida. Mas, quando finalmente acredita ter encontrado o caminho da felicidade e esquecido aquela noite fatídica, um novo episódio a faz despertar para a apavorante certeza de que é absolutamente impossível fugir do passado... E só existe uma alternativa para que a paz retorne ao seu coração e se faça prevalecer a justiça: confrontar seu pior e mais temível inimigo.

Com uma narrativa surpreendente, a autora mantém o suspense até o fim, fazendo com que o leitor tenha de prender o fôlego para acompanhar essa aventura que traz, a cada capítulo, novas revelações e emoções de um passado que já parecia esquecido.

"Vítimas do Silêncio combina ingredientes como Romance, Aventura, Suspense, Sedução e Mistério em um livro que vai prendê-lo do começo ao fim, tendo como pano de fundo a questão do abuso sexual."

Margarida uma menina, uma adolescente, sai de casa com uma dor no coração por deixar sua irmã e mãe para trás, mas não tem jeito, um momento a mais na sua casa com seu padrasto e ela enlouqueceria. Ela vai para Gramado no RS para casa de sua tia e pede abrigo sem dizer a verdade, o real motivo porque saiu de casa. E assim começa um novo destino.

"Afinal, a única certeza que seu coração tinha, naquele momento, era a de que precisava partir e encontrar um refúgio, até que um dia pudesse voltar para casa. Se é que um dia poderia voltar, pensou com amargura, antes de partir."
Página 12.

Até então passados uns meses tudo estava bem, quando sua mãe também aparece em Gramado com sua irmã e diz ter separado de Carlos, o padrasto. O que a deixa muito feliz e com esperanças de que tudo possa voltar ao normal novamente. Até que um belo dia ele volta para casa e sua mãe decide voltar para ele. Ela muito enfurecida. Sai de casa novamente. E volta para SP. Vivendo de algumas economias, desesperada por não conseguir emprego para se manter, ela vê uma placa em um escritório para trabalhar de babá. E tudo começa a se desenrolar, conhece uma família muito boa, ela trabalha, volta a estudar, tem seus planos e objetivos. Quer justiça. 

Muitas emoções ocorrem durante a narrativa, muitas certezas. E muitas verdades, que por atrás de uma história de ficção narra uma realidade frequente, o abuso com as mulheres em qualquer idade em qualquer tempo. Nesse livro Margarida luta por justiça contra o seu padrasto, luta por justiça ajudando outra moça que viveu o mesmo drama que o seu. E não se cala. Se cala sim, sobre o seu sofrimento, e de seu silêncio outros sofrem ainda mais. Pois com o seu silêncio outros males não foram evitados. 

Para mim a mensagem é única: Fale! Não tenha medo, procure ajuda. Não esconda, não faça segredos. É fácil para mim falar para alguém que sofre disso e tem medos e traumas falar. Mas se não falar, nunca ninguém saberá que precisa de ajuda, nunca ninguém saberá o que se passa.

No final do livro, nas últimas páginas é interessante que foi reunido várias estatísticas referentes ao abuso contra mulheres, dentro de casa e nas ruas. E é um assunto que por mais que tenham leis ajudando mulheres que sofrem desse abuso, não intimida aquele homem sem escrúpulos doente a fazer tal ato. Então temos que nos preservar e nunca, jamais se calar. 

A pior estatística que eu li, todas são piores, mas tem uma que é muito burra, muito sem noção foi, muito desconjuntada e fico pensando que tipo de maníaco inventou uma coisa dessa para saciar sua perversidade e espalhar sua doença frustrante e mortal pelo mundo?

"Na África do sul, um mito dia que para um homem se curar da AIDS, tem de ter sexo com uma virgem, e que quanto mais jovem for a virgem mais potente é a cura. Isso acarreta no estupro de 147 mulheres todos os dias"

Que dizer, se for calcular mais de 50 mil mulheres são estupradas na África do Sul por ano contra 25.000  da França, com um propósito egoísta e vil. Além de ser cruel violar uma pessoa. Nos EUA a cada 90 segundos uma mulher é estuprada. E o pior e mais doloroso é quando é por um parente, um pai.

"...Dormi ontem à noite com o papai porque ele insistiu muito. Mas fiquei apavorada, porque tive a impressão que ele me desejava. Parece meio estúpido isso, pois sei que um pai jamais deseja a uma filha, mas essa impressão tem aumentado e estou cada vez mais preocupada e amedrontada"
Página. 214

E o livro não é tão chocante quanto as próprias estatísticas, fiquem sossegados, que tem fobia a violência, que não gosta de ler fatos assim mesmo que sejam na ficção, não precisa se preocupar, porque a Janethe conduziu muito bem o enredo, nos proporcionando  uma história com amor, justiça, vitória e uma certeza de que não podemos fechar nossos olhos para a realidade. 

Adorei a leitura, e espero que todos façam o mesmo, leiam e apreciem.

Cliquem AQUI e vejam o post de apresentação da parceria onde estão todos os links e as obras da autora para adquirir.

13 comentários:

  1. Sou louca para ler este livro. Sei que derramarei rios de lágrimas, mas tenho certeza que valerá apena.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. Oie!!!
    Nossa esse livro parece muito bom e como tu mesmo disse é de fatos reais que muitas vezes acontecem do lado de nós e a gente nunca fica sabendo. É fácil pra gente dizer que a pessoa deve se abrir e procurar ajuda, mas para quem passa por isso imagino que o medo e muitas vezes as ameaças impedem que as mulheres procurem por ajuda.
    Quero muito poder ler esse livro.
    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Parece bom. Me interessei. Quero ganhar!!!!!! Bjos

    ResponderExcluir
  4. Gostos desses temas fortes hehehe To participando da promoção \o

    ResponderExcluir
  5. Parece ser uma boa história. Quero ler *-*

    ResponderExcluir
  6. Fiquei muito interessada em ler a história, de verdade.
    Não tenho o hábito de ler autores nacionais, não sei porque, mas a familiaridade que a história parece transmitir pela resenha me despertou muita curiosidade.

    É um assunto que não tem nação, claro. Acontece em qualquer lugar do mundo. Mas estamos tão acostumados a ouvir estas notícias diariamente na TV em nossa língua, em nossa cidade, e às vezes até de algum conhecido.

    Não sei, foi a proximidade que me despertou, como quando leio Marcos Rey. Deve ser uma história muito boa...

    ResponderExcluir
  7. Achei a história do livro excelente, muito diferente dasque vimos hoje em dia. Estou participando da promoção também :D

    ResponderExcluir
  8. Gostei da resenha e achei bem legal a capa do livro. É um tema interessente, e complicado. Fiquei curiosa.

    Té mais...
    http://bmelo42.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Quero muito ler esse livro, geralmente gosto de livros com temas fortes, pois eles são os que mais nos fazem refletir ...

    Mas esse é um tema difícil de ser retratado, e pelo que você disse na resenha a autora foi ótima com ele.

    Esta na minha lista de leitura :)

    Beijus

    Renata Sara

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia o livro, mas gostei bastante do que realmente o livro fala.

    ResponderExcluir
  11. A temática do livro e muito atual!
    Estou doida para me aprofundar nele!

    Beijinhos

    ResponderExcluir

Gostou do post?
Curta , comente e compartilhe!
Deixe seu link e eu retribuo!

Beijos e até a próxima!

Irinia Zachello