quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Bate papo com o Autor#3

Bom dia! 

E mais uma semana se passou e quem está acompanhando a coluna sabe que de quarta-feira prestigiamos um autor querido. E o Flavio é nosso autor de hoje, espero que gostem. Ele já publicou AEcM12, que já foi resenhado, aqui no blog. E que por sinal, uma outra parceira aqui, a Janethe Fontes, aceitou nossa parceria elogiando minha resenha do AEcm12. Então, meia palavra basta. Vamos ver o que esse moço tem a nos dizer.





01 - Descreva o Flávio em uma palavra.
R.: Diferente. (sincero, sinuoso, criativo, imaginativo, justo...)

02 - O Livro AEcM12 foi lançado e quais são suas expectativas?
R.: Que ele me torne mais conhecido na blogosfera e possa ajudar a atrair atenção de alguma boa editora. Sei da qualidade do livro, ele precisa quebrar barreiras e ganhar espaço.

03 - Fale um pouco sobre o Livro.
R.: AEcM12 é, sobretudo, uma história de amor versus solidão. Os personagens principais, à maneira deles, buscam atender as demandas emocionais e físicas sem levar em conta a origem do carinho, assim uma mulher acaba se entregando a um relacionamento quase doentio e um homem acaba comprando uma esposa artificial. É um romance sobre a solidão e como tentar vencê-la de todos os modos possíveis.

04 - O que você acha sobre a cena independente de autores?
R.: Hoje é bem mais fácil publicar um livro por conta própria e muitos autores fazem isso. Acho, inclusive, que se o escritor tem um bom relacionamento com leitores, tem amigos que possam ajudar na revisão e confecção da capa e um site bem visitado, é melhor o livro independente do que o livro pago para ser lançado por pequenas editoras.

05 - Você está escrevendo um novo livro, conte um pouco para nós, sobre o que será?
R.: Eu estou na fase da revisão editorial do que poderá ser meu próximo lançamento. É um livro denso, difícil, psicodélico e triste, meu livro mais complexo e que deixará o leitor com muitas lágrimas nos olhos. Também estou escrevendo o primeiro volume da minha saga jovem-adulto, do meu jeito, meu estilo, narrado em primeira pessoa na voz da personagem principal, uma menina de catorze anos. Eu acho que os mais jovens gostaram muito.

06 - E sobre seu lado artístico pintor, o que você ama mais fazer escrever ou pintar?
R.: Eu vi/vejo dezenas de pessoas começaram a pintar por diversão ou anti-estresse, escrever, nunca. Pintar e desenhar é bem mais divertido e calmante, escrever é um parto (risos), mas eu não tenho preferência, ou melhor, tem momentos que estou mais focado em escrever, em outros, em pintar.

07 - Dê uma sugestão de leitura para os leitores do Blog.
R.: Eu sugiro aos leitores, quando visitarem uma livraria, fujam dos estandes de livros famosos, olhem os livros nacionais, tem sempre bons lançamentos pouco conhecidos. Eu indico um livro que li porque minha revisora, Salette D'Acri, após ler meu livro, disse que meu estilo se parecia com este escritor. A Ostra e o Vento, do Moacir C. Lopes. Sensacional livro, adorei a comparação. Meus escritores prediletos são: Dickens, Saramago, Vargas Llosa, Cony. Gosto de livros com desafios.

08 - E uma mensagem também.
R.: Leiam meu livro (risos). Sério, um leitor deve ler clássicos, autores nacionais, sucessos, livros pouco famosos. Misturem tudo, façam uma grande salada e não fiquem presos a um estilo. Variar, fugir da rotina, do conforto e aprender, para isso vivemos, e para escrever. Tentem colocar no papel alguma história.

Quem quiser comprar o livro fiquem a vontade e cliquem aqui!

4 comentários:

  1. Obrigado, Irinia...
    Tirando um erro gramatical que eu cometi, a entrevista ficou bem legal... :D

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Eu sempre falo pra ele colocar humilde na descrição de si mesmo, mas ele nao me ouve! kkkkkk
    (é brincadeira Flavio, você não se achou nessa entrevista).

    Vi uns livros do Dickens na biblioteca da minha escola e fui logo lembrando do Flavio. Ele sempre lê livros estranhos

    ResponderExcluir
  3. Oiii,

    Muito legal a entrevista, eu não conhecia o escritor e nem o livro AEcM12, a história parece ser muito boa, li a sua resenha e me interessei por ela, vou procurar saber mais sobre o livro e o autor.
    Por isso que eu gosto de entrevistas com autores, a gente sempre acaba descobrindo novos autores interessantes!

    Beijoos,
    Mariana
    http://leitoraonline.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Só não concordei no final no ponto que ele fala que devemos ler e apoiar os nacionais. O nome do livro é meio complicadinho né rsrsrs
    Beijos

    ResponderExcluir

Gostou do post?
Curta , comente e compartilhe!
Deixe seu link e eu retribuo!

Beijos e até a próxima!

Irinia Zachello