segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Trilogia Cinquenta Tons de Cinza - E L James - I

Bom dia!!!

Bom, hoje vou fazer a resenha do Livro Cinquenta Tons de Cinza. Um livro comentado, adorado, odiado, devorado, bombardeado e considerado até como um lixo, uma história de fast-food do sexo. E então eu muito curiosa não me contentando com as resenhas e opiniões um tanto quanto maldosa por aí, comprei a Trilogia e resolvi eu mesma ler, para também poder opinar massacrando ou adorando. Vou tentar ser imparcial, porém já vou confessando logo de cara que eu adorei o primeiro e o segundo livro, porém o terceiro deixou a desejar. E não tem nada de versão sacana do Crepúsculo. (Achei essa opinião ridícula por sinal). Terá uns spoilerzinhos, me perdoem, afinal o "objetivo é satisfazer!"




Bom E L James, uma mulher casada, com 02 filhos, mora em Londres, sonhava em escrever histórias em que as pessoas se apaixonassem e acho que se apaixonaram mesmo, agora faço parte dos 70 milhões de leitores de 50 Tons de Cinza, e confesso que não estou arrependida. Estou na expectativa dessa resenha, adoraria que ela lesse pra saber se eu entendi o contexto, mas como isso é impossível... Quero saber somente a opinião dos blogueiros por aqui.

 Sinopse: Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja - mas em seus próprios termos.

Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso - os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família -, Grey é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos... 

O primeiro livro conta a história de como Anastacia Steelle e Christian Grey se conhecem.  Ela uma estudante universitária de literatura inglesa, mora com sua amiga Kate e atrapalhada. Ele um bilionário, que ganha 100 mil por hora (detalhe), controlador, dominador, intimador e lindo de morrer.

Ana entrevista Christian no lugar de Kate (ainda bem senão não teria romance) e fica atrapalhada e admirada com tanta beleza. Após a entrevista Ana tenta esquecer Grey, afinal não acha em momento algum que irá revê-lo novamente. Sonhando em seu trabalho, uma loja de materiais de construção, um belo dia quem aparece? Christian, com seu belo sorriso querendo comprar um par de braçadeiras e fitas adesivas e ela se pergunta o que ele quer com isso. E conversa vai conversa vem... Os dois saem, após um terrível episódio em que Ana bêbada liga para Chris no meio de uma balada e ele corre em seu encalço para ajudar e percebe que ela está trilouca. Ele aparece em menos de 05 minutos. Fico admirada como as coisas acontecem rápidas nesse livro. Christian chega, exatamente na hora em que José amigo de  Ana bêbado também tenta beijá-la e ela "inutilmente" tenta afastá-lo. Grey ajuda Ana a "se livrar" de José enquanto ela começa a vomitar, ele prestativo segura seus cabelos e a leva para o seu quarto de hotel afim de ajudá-la.

E no vai e vem dos dias, Ana e Christian  vão se conhecendo e ela descobrindo do que ele gosta do que ela quer com ele. E fica ele muito admirado quando a bela Ana o informa que ainda virgem. Então tudo começa.  As cenas eróticas, o vai e vem constante, quase que freneticamente, cenas "intensas" de paixão e orgasmos múltiplos, beijos tórridos e isso é chamado de Sexo Baunilha. Christian não está acostumado com isso e Ana sonha com um amor assim. E então após a iniciação de Ana nesse mundo sexual quente e maravilhoso, e após alguns presentes "caros", Christian dá uma surra em Ana de chicote. O que a deixa muito magoada e diz a ele que nunca poderá ser o que ele quer: "Submissa". Antes disse teve a apresentação do contrato de Dominador e Submissa pois Christian muito rico não pode deixar que tudo escoa pelo ralo.
E então ela vai embora com uma dor muito grande e Christian fica sem rumo. E o livro acaba sim com a separação dos dois. Sério essa parte é muito triste, pois ninguém espera que ela vá embora, pois no decorrer do livro ela aceita algumas dominações do mesmo. Ela não pode conversar com ninguém, para desabafar, sua amiga estava viajando de qualquer maneira, pois tinha acabado as aulas.

Bom, para mim o ponto alto desse livro, foi os dois se conhecerem. Não sei como definir as partes eróticas, pois os especialistas dizem que não é erotismo e também não é pornô, o que é então? Fast food do sexo? Não sei. Vou definir como picantes, eróticas...
As partes eróticas, foram gostosas de ler, afinal quando a gente lê muitos livros de sangue e morte, fantasias e afins ou romances tipo PS Eu te Amo, quando lê um livro picante é diferente. Acho que senti o que a maioria sentiu, queria um cara desse na cama, pois ele é fantástico, não peca em nada e fez a Ana gozar umas duas ou três vezes em sua noite desvirginada (um exagero). Fora que é romântico, á sua moda, e paga a conta! Mas Ana é uma mulher "de sorte". O livro é muito repetitivo em algumas palavras. E ela se mostra tola em alguns pensamentos. E Christian adora toda essa conquista. Os dois se combinam perfeitamente.

Ah, mas vou falar pra vocês li o livro em dois, três dias no máximo e gostei... Fiquei chateada com o final inesperado. Não acho que é o Crepúsculo Sacana, nem Fast food do sexo, e esse livro está sendo muito criticado pois, nos tempos atuais trazendo de volta a tona livros sexuais e eróticos na altura do campeonato é uma surpresa. A autora diz que não iniciou nada e que somente escreveu um livro. E é verdade, literaturas sexuais existem desde há muito tempo atrás, li um livro que se chama Jéssica e Joy de Joy Laurey, erotismo puro,  Então me desculpem. Não entendo realmente as críticas, o mundo tem medo do diferente. Dizem que Ana quer o dinheiro de Christian.  Mas tenho minha dúvidas, afinal quando tudo acaba ela devolve tudo e fica muito bem sem nada. É um livro pra você ler e relaxar. Tipo "relaxa e goza". Pra você distrair sua cabeça, com a história de amor. Há esteriótipos. Anastacia e Christian são lindos! Ele é um ricaço charmoso e ela a donzela inocente e indefesa. Mas pensa bem? Quem não quer estar bonita e arrumar um bonitão pra namorar, se vier com dinheiro melhor ainda. Mas tudo não se resume a isso. É complicado falar dessas coisas. Afinal o amor verdadeiro não se apega em beleza, em dinheiro ou raízes. Aqui foi unido o útil ao agradável.

O livro tem muita ostentação, achei desnecessário ficar mencionado marcas e tipo de cada aparelho que ela ganhava. Ela ganhou um Ipad, um MacBook Pró, um Audi vermelho e um BlackBerry. Oh, eu queria ganhar tudo isso também.

No Sadomasoquismo  o tema foge, pois Ana é iniciante e ele tenta introduzi-la nesse mundo, ela conhece o quarto mas eles quase não usam. Então para quem é BDSM fica á desejar. Ele muito atraído por ela, quase não usa esses artigos mesmo morrendo de vontade de usar. Começa a aprender um novo mundo com Anastacia Steelle. Ela faz uns joguinhos de palavras com ele. Também tem curiosidades. Mas a cena mais intensa foi a última em que ela se vai.

"-Porque você não gosta de ser tocado? - sussurro, olhando para seus meigos olhos cinzentos.
- Porque sou cinquenta vezes fodidos, de cinquenta maneiras, cinquenta tons diferentes, Anastasia.
...
-Tive um começo de vida muito duro. Não quero sobrecarregar você com os detalhes. Só não faça."

Pág. 241 Capítulo 16

"Minha voz é mais um soluço engasgado, estrangulado, e, neste momento, penso que o odeio. Mais uma, não aguento mais. Meu traseiro está pegando fogo.
- Seis - sussurro, sentindo de novo na pela a dor abrasadora, e escuto-o largar a correia atrás de mim, e ele está me puxando para os seus braços, todo ofegante e compassivo... e eu não quero nada com ele.
-Solte-me...Não...
E me dou conta de que estou me debatendo para me desvencilhar ele, empurrando-o Lutando com ele.
-Não me toque! - sibilo.
Endireito-me e olho para ele, e ele está me observando como se eu pudesse sair correndo, olhos arregalado, desconcertado. Limpo as lágrimas com as contas da mão, irritada, fuzilando-o com os olhos.
-É disso que você realmente gosta? De mim, assim? - Uso a manga do roupão para secar o nariz.
Ele me olha desconfiado.
-Bem, você é um filho da puta.
-Ana - apela ele chocado.
-Não se atreva a apelar para mim! Você precisa se resolver Grey!
E, com isso, dou meia-volta com firmeza e saio do quarto de jogos, fechando a porta calmamente ao passar."

Pág 448 e 449 Capítulo 26.

É isso meus queridos! Espero que gostem, e vejam o livro como um livro... E não julguem para não ser julgados. Cada um escreve o que quer. E lemos o que queremos. E senão gostamos para que fazer o que estão fazendo por aí pela internet? Acho desnecessário. Temos que ter a mente aberta. E escrever como pessoas e não só como leitores. Teve um comentário que li que não serviu nem para acrescentar uma palavra nova em seu vocabulário... É verdade... Mas e daí? É só uma história que a gente lê, relaxa e pronto. Adorei!

14 comentários:

  1. Eu me interessei pelo livro pelo título,depois li a sinopse e resolvi comprar,mas então comecei a ler essas opiniões e acabei ficando na dúvida,ão gosto de livros eróticos e pornõs,e confesso que fiquei até envergonhada com algumas coisas que li e vi as pessoas falando,nem coloquei ele na minha lista do Skoob,porque parece que as pessoas te olham diferente quendo vc diz que está lendo ou vai ler esses livros,mas sua resenha foi diferente já estou mudando de ideia em relção a comprar,as pessoas são muito maldosas e nos julgam até pelos livros que lemos,obrigada e aguardo a continuação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu entendo você, no meu caso me senti assim na rua... Mas não me importei pois queria muito ler. Agora falar que está lendo nas redes sociais é o mesmo que dizer que você é uma fútil e idiota... mas não se importe com que os outros pensam porque pessoas assim não sabem nada da própria vida. Compre sim. Se vc ficar com muita vergonha ou receio encape o livro e pronto. Não deixe de ler por esse motivo. Somente se vc não gostar beijos querida... Obrigada por comentar.

      Excluir
  2. Irinia, primeiro, eu gostei muito da sua opinião. Acho que você foi irredutível quanto seu gostar do livro. Eu não leria, mas eu gostei de você ter dito que cada um ler o que quer. Realmente, é isso. Tem uma frase que diz: cada livro tem seu tipo de leitor. É fato né? Eu gosto de livro erótico, mas 50tons não me atraiu. rsrsrs mas há gostos e gostos, né? Beijos e parabéns, como eu ja disse, vc ta escrevendo cada vez melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lucas pelo elogio. Ah eu tenho que admitir que eu gosto né? Senão como fazer? Se me escondo atrás de mim mesma, acho que morro sufocada rsrsrsrs Beiejo amor.

      Excluir
  3. Essa resenha revela exatamente o que eu senti quando li essa trilogia. Não foi a parte erótica que me conquistou. Foi o amor que um sente pelo outro. O fato do Cristian abrir mão de uma coisa que ele conheceu a vida inteira para poder ficar com a Ana. Eu entendi que ele era desse jeito por não ter conhecido outro tipo de relação, não somente a sexual mas também emocional. E por medo de perdê-la ele se dispõe à mudar. Sou apaixonada por essa série, e sinceramente fico ofendida quando alguém vem falar mal dela para mim. Alguns olham para mim como se eu fosse depravada, mas não sou, meu gênero favorito é chick lit, sou uma mulher de 24 anos que se emociona com um romance de adolescente onde o amor é verdadeiro, e é justamente pelo amor do Cristian pela Ana ser verdadeiro que eu me apaixonei pelo livro. A parte sexual para mim é o de menos, o ponto alto foi a mudança dele por ela. E estou torcendo para que a autora consiga publicar o quarto livro que ela está escrevendo, que conta a história pelo ponto de vista dele. Fiquei muito curiosa para saber o que ele pensou e sentiu quando ela foi embora. E o verdadeiro sentimento dele em relação ao pontinho. Parabéns pela sua resenha. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente o sexo é o menos importante, e você disse aqui o que eu penso sabe? O amor entra os dois é muito lindo. rsrsr A mudança que ele faz somente para ter ela pra sim. É difícil isso acontecer na vida real, mas não custa nada sonhar não? rs beijos

      Excluir
  4. Já li muitas coisas sobre essa trilogia, mas Fast food do sexo foi a mais engraçada, estou com os livros aqui e quero começar a ler em breve.

    http://enfimshakespeare.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, e quero ver sua resenha. Vamos trocar figurinhas depois rsrsrsrsr

      Fast food do sexo foi uma professora da USP que disse uma reportagem do globo news. Loucona. rsrsrsrsr

      Beijos

      Excluir
  5. nas cenas de bdsm realmente poderiam ter explorado melhor, mas achei o livro fraco e a ana é mt irritante sem contar a tal deusa interior 0-0 meu deus o que é aquilo hsuhsuahuhsushu choro de rir nas partes da deusa interior
    mas tem gente que diz que melhora no segundo livro então vou com fé pq tenho a trilogia completa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo. Isso me irritou ambém.. Ai minha deusa... Era esquisito. Nem sei como começou. Mas da pra ler depois vai diminuindo.

      Beijos rsrsrsr

      Excluir
  6. Oi Amei a resenha!
    Fast-Food do sexo é demais! kkkk
    Eu gostei muito do primeiro e segundo volume da trilogia. O terceiro fica um pouco a desejar mesmo.
    No mais, amei a trilogia!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah verdade, acho que o primeiro foi melhor... Mas se não fose os tres não teria graça... Beijos

      Excluir
  7. Me tira uma duvida em qual livro ele fala que ganha 100 mil por hora, queria achar essa parte =\

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, olha eu sei que foi no segundo pra achar essa parte demora um pouquinho foi mais para o começo acho... |Posso procurar aqui e depois de falo! Beijos

      Excluir

Gostou do post?
Curta , comente e compartilhe!
Deixe seu link e eu retribuo!

Beijos e até a próxima!

Irinia Zachello