segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Para Sempre Alice - Lisa Genova

Boa noite!!!

Nossa depois de tanto tempo sem postar nada, lembrei de um livro muito lindo e que nos ensina muito.

Faz um tempo que eu li, mas só de ler a sinopse dá vontade de ler novamente.

Sinopse:  Aos 50 anos, Alice começa a esquecer. No início, coisas sem importância, como o lugar em que deixou o celular, até que, um dia, ela se perde a caminho de casa. Um diagnóstico inesperado altera para sempre sua vida e sua maneira de se relacionar com a própria família e o mundo. E, quando não há mais certezas possíveis, só o amor sabe o que é verdade.


Para Sempre Alice é um livro que nos emociona do começo ao fim. Nos faz ter medo de passar pelo o que a Alice passa, mas também nos faz entender uma série de coisas sobre uma doença muito triste, o mal de Alzheimer.

Trecho do livro: 
“Meus ontens estão desaparecendo e meus amanhãs são incertos. Então, para que eu vivo? Vivo para cada dia. Vivo o presente. Num amanhã próximo. Esquecerei que estive aqui diante de vocês e que fiz este discurso. Mas o simples fato de eu vir a esquecê-lo num amanhã qualquer não significa que hoje eu não tenha vivido cada segundo dele. Esquecerei o hoje, mas isso não significa que o hoje não tem importância.”

Uma história comovente da Médica Alice, casada, bem sucedida, com seu filhos criados, com sua vida formada.
Alice acaba esquecendo o celular, as chaves, onde fica o banheiro e entra numa emocionante passagem ao descobrir que tem a doença.

Para Sempre Alice, mostra uma realidade de uma doença que não estamos livres. E nos faz entender um pouco mais de nossa vida, dando valor a pequenas coisas, que nos escapam em nosso dia a dia. 

Alice descobre uma nova maneira de viver enquanto todo o controle e segurança de seus dias vão se perdendo conforme a doença avança.

Eu gostei muito desse livro, é uma história interessante, que está em nossa realidade.
Teve um caso de Alzheimer em minha família, minha avó, que coincidente se chamava Alice também e na época me interessei pelo livro por esse motivo, pelo nome. E na sinopse não dá indícios de que doença seria, e tudo enfim coincidiu e fez com que eu lesse o livro. Não vivi o pior da doença perto de minha avó, mas sei que tudo é muito triste, nossa memória ir se apagando, nossa vida ir se esvaindo, sem lembranças, sem sentido.


"Quando não há mais certezas possíveis, só o amor sabe o que é verdade". 


11 comentários:

  1. gente eu nem conhecia esse livro, parece ser bem legal e deve ser uma leitura instrutiva.
    gostei da resenha

    ResponderExcluir
  2. Oie
    Esse livro parece muito bom, fiquei com vontade der ler.
    Adorei a capa.

    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Oi,vim agradecer a visita,seu blog e muito legal.bjss.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, Irinia, parece ser muito emocionante e interessante o livro! Acho que eu choraria muito.

    E que coisa o nome da sua avó ser o mesmo! Deve ser realmente complicado lidar com esse tipo de doença... :/

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super coincidência ne? É complicado, mas acho que sempre passamos pelo o que temos que passar!

      Bjooos

      Excluir
  5. presciso de ajuda tenho que apresentar esse livro e minha professora me pedio para usar uma fantasia o que eu faço???

    ResponderExcluir
  6. Não tem como não se emocionar,é magnifico.......eu nem conhecia a doença,não sabia realmente nada sobre ela e quando soube eu até chorei..o fato de esquecer aqueles que amamos dói muito!!!

    ResponderExcluir
  7. Vou comprar.... adorei a sinopse, a capa... nossa!

    ResponderExcluir

Gostou do post?
Curta , comente e compartilhe!
Deixe seu link e eu retribuo!

Beijos e até a próxima!

Irinia Zachello