quarta-feira, 19 de setembro de 2012

P.S. Eu Te Amo - Cecilia Ahern - Atualizado

Olá, boa noite!

Agora que li o livro da pra opinar, abaixo escrevi no primeiro post que foi dia 08/08/2012, referente ao filme e agora vou falar do livro. 

P.S. Eu Te Amo - Cecilia Ahern

Sinopse: Gerry e Holly eram namorados de infância e ficaria juntos para sempre, até que o inimaginável acontece e Gerry morre, deixando-a devastada. Conforme seu aniversário de 30 anos se aproxima, Holly descobre um pacote de cartas nas quais Gerry, gentilmente, a guia  em sua nova vida sem ele. Com a ajuda de seus amigos e de sua família barulhenta e carinhosa, Holly consegue rir, chorar, cantar, dançar e ser mais corajosa do que nunca. 







Resenha:

Holly é uma mulher forte, linda e sozinha, é assim que se sente após a partida de Gerry. Sem esperanças de viver, nem expectativas. 
Nunca se deu bem em emprego nenhum e vivia para seu marido, o que mais gostava de fazer.
Com a ajuda de sua família que é um tanto bagunçada e de seus amigos, Holly vai se virando, mas consegue muito mais quando descobre que Gerry *não foi embora* permanecendo em sua vida de uma maneira cativante e inteligente se comunica com Holly através de cartas, fazendo com que ela comece a viver, prevendo o quanto ela ficar deprimida.
Ele a conduz por situações maravilhosas e alguma em que ela detesta mas faz tudo por amor ao seu marido.
Durante sua trajetória para se reerguer, ela conhece Daniel e talvez comece a pensar que pode seguir em frente, mas tem medo de ser uma traidora e infiel. O que seus amigos e família discordam. E ela fica em dúvida.

As dúvidas de Holly quase me cansaram, mas todo o resto, todo o contexto compensa essa parte. O livro é triste, é divertido, é sincero, tem moral da história, tem tudo que um romance deve ter.

As diferenças entre o filme e o livro são relacionadas a família, ao trabalho, ao amor. Quer dizer quase tudo houve mudança mas nada saiu do contexto como vemos com outros filmes por ai.

P.S. Eu te amo é uma história comovente e como sempre digo aqui no blog vale a pena ler!

Filme:

Um dos filmes em que eu mais me apaixonei e chorei e desejei que aquilo tudo fosse verdade, mesmo apesar da parte trágica em que foi a morte do Gerry. Pois foi tão emocionante e tão verdadeiro que tudo isso poderia ser para sempre. Ou existir realmente.

Resumo do filme, pois não li o livro:

Holly conhece Gerry em uma viagem à Irlanda de seu curso de artes. Eles simplesmente se completam, como amor à primeira vista. E se casam. E vivem juntos como um só, um verdadeiro final feliz. Até a morte de Gerry. Holly fica muito depressiva a ponto de não tomar banho e conversar com seu *marido* sozinha. Seus amigos e sua mãe ficam muito preocupados mas ajudam ela a se reerguer. É difícil. Ma durante toda a sua volta por cima que mais ajuda é Gerry que ao longo do mês próximo ao aniversário da Holly *envia* cartas para o seu amor, fazendo com que ela se ame e se cuide mesmo ele não estando lá.

Então sai, viaja, conhece pessoas novas e até um paquera nova nessa trajetória. E isso faz com que a Holly seja forte e supere a sua perda.

Pelo que eu vi entre a sinopse do livro e o filme que assisti, existe algumas diferenças como os dois se conhecem desde a infância, ou o pacote de cartas que ela encontra, já no filme é toda aquela emoção de encontrar na caixa do correio ou onde ela estivesse.

É uma verdadeira história de amor em que me fez pensar realmente no que vale a pena, temos tão pouco tempo.

Hoje o livro já está em uma nova edição pela Editora Novo Conceito, eu particularmente me apeguei ao casal principal Hilary Swanky e Gerard Butler, mas a capa nova ficou bem parecida com o conceito de amor do casal referente ao filme.

Estou muito ansiosa para ler o livro, mesmo assistindo o filme primeiro o que foge totalmente do meu conceito, mas eu não sabia. Eu deveria  ter imaginado que uma história de amor assim tão linda viria das páginas de um livro. 




Sobre a autora:

Cecilia Ahern, é irlandesa, 30/091984, escritora. escreveu já cinco romances e vários contos.

Ela é formada em jornalismo e multímidia. 

Aos 21 anos ela publicou seu primeiro romance, P.S. Eu te Amo, que tornou-se o best seller mais vendido na Irlanda durante 19 semanas, depois houve a adaptação do livro para o cinema .

Gênia! Adorei. Esse livro estará incluindo na minha mais nova compra e o filme na minha lista de repeteco.

 :-)

Boa noiteee!!!bjooos

10 comentários:

  1. Respostas
    1. Ai eu tb! sempre choro, acho lindo e acho que o livro deverá ser mais lindo ainda!

      Bjooos.

      Excluir
  2. Ai, deve ser uma história triste. Não quero mais chorar lendo livros! hahahaha
    Deve ser mesmo um livro ótimo, sempre vejo críticas ótimas sobre ele.

    Adorei a resenha, flor! Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah nao é triste nao!!!!

      Vc ri bastante!! Com as amigas loucas da Holly!!!

      Bjooos

      Excluir
  3. a resenha ficou linda, mas menina eu nao curto esse filme nao ç.ç eu odeio ele

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa porque odeia??? Eu amo! rsrsrrs

      Agora quero saber!!!
      Que bom gostou da resenha! rsrsrsr
      Bjoooos

      Excluir
  4. Oi Irinia!
    Eu gostei bastante da resenha,tenho vontade de ler esse livro pois curti bastante o filme.
    Abraço!

    Bruno
    http://oexploradorcultural.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Nossa, ainda não vi o filme nem li o livro, mas só ouço criticas positivas a respeito de ambos, afinal como não se emocionar com um enredo desses? Deve ser muito fofo *-*


    http://blogdaninareis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. As histórias do livro e do filme são bem diferentes. Okay, não tão diferentes assim, mas há uma boa diferença entre elas. No entanto - coisa que é rara de acontecer -, a história do filme, mesmo diferente, consegue ser tão boa quanto a do livro. É muito lindo, gente, nossa! Não sei se chorei mais assistindo ou se lendo.

    ResponderExcluir

Gostou do post?
Curta , comente e compartilhe!
Deixe seu link e eu retribuo!

Beijos e até a próxima!

Irinia Zachello